NOMEAÇÃO DE RUA

    0
    76

    Dispõe sobre a denominação da atual Rua Seis, no Bairro Treviso, para Rua Vítor Antônio Firmino, neste município.

    Art. 1º Fica a atual Rua Seis, no Bairro Treviso, denominada Rua Vítor Antônio Firmino.

    Art. 2º O Executivo Municipal providenciará a colocação de placas indicativas, no prazo de 90 (noventa) dias, bem como a devida comunicação à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Cemig, Copasa e outras afins.

    Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, nos termos do art. 174 e § 1º da Lei Orgânica Municipal.

    Complemento

    Justificativa:

    O presente projeto de Lei objetiva denominar a atual Rua Seis, no Bairro Treviso,  nesta cidade de Três Corações/MG, para Rua Vítor Antônio Firmino.

    VITOR ANTÔNIO FIRMINO, brasileiro, nascido aos 07 de março de 1939, em Elói Mende – MG, filho de ELVIRO FIRMINO e OSCALINA SAMUEL; mais conhecido como “VITÃO DA COREVA”, era um homem bom, honesto, humilde, de hábitos simples, católico e muito devoto de Nossa Senhora Aparecida; casou-se em 01 de junho 1963 com LUZIA BRAZ, nascida aos 22 de maio de 1939, em Monsenhor Paulo – MG, brasileira, filha de JOSÉ BRAZ FLAUSINO e FLAUSINA ISIDORO.

    VITÃO DA COREVA, mudou-se para Três Corações em 01 de março de 1971, onde foi contratado como guarda e residente da então fabrica em construção, Coreva S/A Pro Agricultura e Pecuária, localizada  no Distrito Industrial, na rodovia Fernão Dias – KM 279; e em 18 de janeiro de 1974, com a fábrica já em funcionamento, assumiu o cargo de encarregado da fábrica e ali mesmo, trabalhou, morou, criou e cuidou de seus oito filhos: Silvana De Fátima Firmino, Sirlene De Fátima Braz Firmino Pereira, Silvia Aparecida Firmino, Selma Aparecida Firmino, Sergio Vitor Firmino (falecido), Sandra Cristina Firmino, Maria Silvéria Firmino e Sanderson Firmino.

    Além de encarregado da fábrica, também era zelador e guarda, pois ali residia com sua família. Além disso, também tinha um sítio localizado no município de Campanha, onde plantava, criava porcos e vendia para gerar uma renda extra para a família; diariamente percorria todos os sítios vizinhos e recolhia leite e deixava na fábrica de queijos Laticínios Brasília LTDA, Rodovia BR 381 KM 705 – Zona Rural – Campanha.

    Permaneceu na fábrica em que trabalhou e morou até ser vendida e hoje ser a atual HERINGER. Continuou morando no Distrito Industrial e em 04 de abril de 2000 adquiriu um imóvel à Rua Belchior Dias Moreira, 630 – Novo Horizonte, onde residiu, até a data de seu falecimento no dia 02 de março de 2010, onde veio a passar mal enquanto dirigia, acarretando em colisão com um poste próximo ao campo do Bairro Nossa Senhora Aparecida; foi socorrido pelo corpo de bombeiros, chegando ainda com vida ao pronto socorro, infelizmente vindo a sofrer uma parada cardíaca.

    VITÃO DA COREVA, figura inesquecível na memória de todos do Distrito Industrial e da Zona Rural de Três Corações, é agora lembrado através de seus filhos, netos e bisnetos, e mais, por seus amigos e companheiros de trabalho, tendo deixado um exemplo de homem fiel a seus princípios éticos e de grande resiliência para lutar pela vida.

    Você não tem permissão para enviar voto. Cadastre-se ou faça login para votar!

    Total de 0 Votos
    0%
    Anuncie Aqui